terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

DA CABEÇA AOS PÉS

Andando pelo Flamengo hoje à tarde, com uma pressa danada para pegar minha filha na escola, parei impaciente num sinal vermelho e fiquei esperando. Devo ter ficado ali alguns segundos, mas foi o tempo suficiente para receber um surpreendente elogio por parte de um homem que, como eu, esperava o sinal abrir. Ele me olhou e de cara disse: "Acho tão bonito flores no cabelo, as mulheres deveriam se enfeitar mais com flores! Seus pés também são lindos!". E com um sorriso de lado atravessou a rua correndo me dando um tchauzinho. Foi tudo tão breve que nem me lembro direito da pessoa. Fiquei admirada com o poder de observação desse homem, geralmente são as mulheres que são rápidas assim para olhar e comentar. Como ele podia ter certeza que a minha flor era de verdade? Como ele pode olhar para os meus pés e para o meu cabelo em segundos e ainda me dizer o que estava pensando? Sua voz era bonita e ficou ressoando na minha cabeça entre buzinas e o barulho de automóveis passando. Eu adoro o lirismo das flores no cabelo, flores naturais. Minha maior inspiração nesse sentido sempre foi Lady Day. Tenho grande admiração por Billie Holiday, não só pela sensualidade de sua voz, mas também pelo luxo da bela flor de gardênia que exibia nos cabelos quando se apresentava em público. Depois disso o sinal abriu e continuei meu trajeto, agora com menos pressa. Fiquei, no entanto, pensando: onde é que eu vou encontrar uma flor de gardênia?

17 comentários:

Anônimo disse...

Linda,
dos pés à cabeça,
pelo meio e em volta também.
E como escreve bem!
Se tivesse mais perto,
te daria um jardim inteiro.
G.

Andréa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréa disse...

e agora? comento? rsrs

nora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
nora disse...

Dea. Este homem do sinal deve ser uma ariano. Não acha não??
Quem mais?
Nós que digamos !
Gostei muito deste post.
E as fotos ficaram ótimas.
ps: viu , é só sair de casa para aparecer alguém, eu diria, mas depois do comentário lindo e anônimo,digo: até sem sair de casa se ouve uma cantada.


muito bom tudo isto.

bjs

nora disse...

esta mulher está exalando perfume,lá lá laiá....

Petrus disse...

Déa, por que não? :)
Acho também que as mulheres ficam lindas quando usam saias ou vestidos! Adoro vê-las assim, combinando com a leveza e o astral do verão do Rio de Janeiro!
Mais saias, mais vestidos!!!
Beijos.
:)))

Arnaldo disse...

Este esmalte vermelho nas unhas dos pés está de matar.

Lindo!

Andréa disse...

saias, vestidos, o bronze do verão, esmalte vermelho nas unhas, flores no cabelo. um universo muito feminino, sem dúvida. o rio tá cheio de gente bonita, de mulheres sensuais, enfim... mas confesso que esse lance de ser mulherzinha demais me apavora um pouco. agora que é bom receber elogios, isso é!
obrigada, arnaldo e nora!
G., meu deus, o que eu faria com um jardim inteiro? mas eu adoraria ter um, aliás, ainda vou cultivar um jardim!!!

eLi disse...

E viva os Arianos! Assim, como nora, e como ariano, acho que são coisas deles (de arianos)!
Que legal, fiquei a imaginar os dois rostos: o dele, ao elogiar; e o seu, ao receber o elogio.
Daria uma bela imagem.

Viver é assim: abrir a porta ao desconhecido cotidiano e ao que ele revela. A SURPRESA!

Beijo

angelo disse...

Andréa,
isso me lembrou um poema do Baudelaire, que fala de uma amor à ultima vista de um homem por uma passante. Bela tradução sua em palavas desse momento.
Lindos pés!

angelo disse...

À une passante

La rue assourdissante autour de moi hurlait.

Longue, mince, en grand deuil, douleur majestueuse,

Une femme passa, d'une main fastueuse

Soulevant, balançant le feston et l'ourlet;

Agile et noble, avec sa jambe de statue.

Moi, je buvais, crispé comme un extravagant,

Dans son oeil, ciel livide où germe l'ouragan,

La douceur qui fascine et le plaisir qui tue.

Un éclair... puis la nuit! — Fugitive beauté

Dont le regard m'a fait soudainement renaître,

Ne te verrai-je plus que dans l'éternité?

Ailleurs, bien loin d'ici! trop tard! jamais peut-être!

Car j'ignore où tu fuis, tu ne sais où je vais,

Ô toi que j'eusse aimée, ô toi qui le savais!


Charles Baudelaire

Vanessa Dantas disse...

Delícia mesmo Andréa, receber um elogio de alguém desconhecido, sem qualquer pretensão.

Lembrei de um senhor que certa vez me pediu licença para um elogio. Ele disse que há muito não via uma mulher tão elegante. Eu estava com um vestido, tubinho - simples, mas clássico e feminino. Nunca esqueci! Fiquei ruborizada, lisonjeada e agradeci.

Quanto aos pés, estamos iguais - de vermelho. Adoooro!

Beijão.

Andréa disse...

eli, eu sou do time dos arianos, 03/04!!!
angelo, eu conhecia o poema, o olhar e a cidade...
vanessa, qu chique isso, pedido de licença para um elogio... puro cavalheirismo. elegância é pra poucos!!
beijos genten!!

Vanessa Dantas disse...

03/04?? Uau! É o aniversário da minha melhor amiga - uma amizade que já dura 23 anos! E digo "melhor amiga", pois quando criança, fizemos um pacto de sangue, daqueles de cortar o dedinho mesmo, e prometemos nunca perder o contato! Por nossa causa, nossas mães ficaram amigas e nossos irmãos também. Ela já morou do outro lado do mundo e sempre mantivemos contato. Pode passar o tempo que for, quando nos encontramos, com todas as nossas diferenças, é como se o tempo tivesse parado! Legal saber disso, Andréa!

E quanto ao pedido de licença para um elogio, de fato, é o estado máximo da gentileza!

beijo.

figbatera disse...

Eu tb gosto de flores e pés...

sticker disse...

It seems my language skills need to be strengthened, because I totally can not read your information, but I think this is a good BLOG
jordan shoes