sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

WHEN YOU'RE AWAY

hoje estou meio fora de órbita.
acordei, tomei café da manhã com minha mãe e minha filha. fiz um 'chai', aquele chá indiano de cravo, canela, cardamomo e pimenta. fiz de tanto a eleonora falar que era delicioso e tal... mas não gostei muito porque o lance leva leite e achei estranho o gosto da pimenta e do leite juntos na boca. adoro pimenta, e ultimamente tenho usado muito a do tipo dedo-de-moça nos meus pratos.
mas o leite uso com muita parcimônia, me enjoa um pouco..
tentei dar cabo na tese de doutorado que tenho que ler mas ainda não consegui terminar...
essa última semana foi uma mistura de susto e surpresa, tive três momentos muito bons de absoluta entrega à mulher que sou. e justo num momento absolutamente maternal, com mãe e filha por perto, o que é um pouco raro.
ando rodeada de um desejo de ser uma coisa nova, mais radiante. e tento, mas não depende só de mim. e acho que é por isso que estou meio sem saber para onde ir.
eu agora ouço when you're away, disco de absoluta grandeza na voz de carmen mcrae. ouço porque me traz uma paz tranquila, e é isso que eu quero ter sempre, o coração tranquilo.
minha filha está rodeada das suas bonecas e minha mãe brinca com ela. elas riem muito.
sinto falta de algumas coisas preciosas que estão sempre na minha vida, entre elas um pouco da rotina do meu dia-a-dia que, apesar de às vezes ser completamente entediante e claustrofóbica, é um pouco necessária para que eu consiga fazer aquilo que tenho urgência.
o tempo anda meio arrastado e eu me arrasto junto com ele.
essa chuva não ajuda muito, muito menos o telefone mudo.

4 comentários:

Andréa disse...

se alguém tiver interesse em baixar o disco da carmen mcrae, copie e cole:

http://singinandswingin.blogspot.com/2008/05/carmen-mcrae-when-youre-away-1960.html

Vanessa Dantas disse...

Você está fazendo o mestrado, não é? Acho que li em algum texto seu por aqui... Se for isso, BINGO! É uma fase de encontro e estranhamento - todo o tempo, o tempo todo. Cuide-se e boa sorte! beijo.

Marília disse...

Lindo seu blog, conheci através do Jazzseen. Beijo!

Andréa disse...

obrigada, marilia.
vanessa, é isso mesmo. processo louco esse do fim do mestrado, uma nao de separação e tal...
balanços necessários pra terminar aquilo que foi pretendido há três anos, quando eu era outra e não essa.
mas eu quero terminar bem todas as minhas histórias!
beijos