quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

IS THAT ALL THERE IS

Sempre fui fã de cantoras, acho a voz feminina o mais belo dos instrumentos. No mundo do jazz sempre se fala de cantoras como Billie Holliday, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan e Nina Simone, que são conhecidas do grande público. Peggy Lee, Julie London, Carmem McRae e Anita O’day eu vim descobrir tardiamente. Mas a minha admiração pela voz da louraça Peggy Lee foi cabal. Como atriz Lee chegou a ganhar um Oscar por “Pete Kelly's Blues” (1955), como cantora acompanhou a orquestra de Benny Goodman e foi admirada por Duke Ellington que a chamava de Rainha, como compositora contribuiu, entre outras coisas, com as canções do filme a Dama e o Vagabundo, da Disney, além de interpretar no longa as vozes dos personagens Querida e Peggy e dos gatos siameses Si e Am. Dona de uma voz deslumbrante e de uma sensualidade absurda, Peggy Lee foi uma personidade que influenciou muitos figurões que estão por aí, de Paul McCartney a Madonna. Eu passo mal toda vez que ouço Black Coffee e só não postei ela cantando essa música porque não encontrei nada. Aliás, é lamentável que tenhamos tão poucas imagens de Lee disponíveis e no Brasil raros discos seus em circulação. O vídeo abaixo é muito bom, reparem na cara de extase de Benny Goodman!!

7 comentários:

eLi disse...

Boa!
Um ótima dica, ainda mais sabendo que ela é citada como preferida de muitos nomes famosos.
Mas acredito que "Fever" não é a melhor em sua voz!

Beijo

Andréa disse...

bom, na verdade escolhi esse video mais por conta das fotos (tem muita gente que não saberia dizer quem é peggy lee..) e da péssima qualidade dos outros vídeos que vi. baixei um do e-mule, bem curtinho e mandei pro youtube e sóa gora foi liberado, então vou trocar.... rsrsr

Arnaldo disse...

A minha preferida é Ella Fitzgerald, seguida de Carmen McRae. Não tenho muita paciência com Sarah Vaughn. Acho que ela abusa do vibrato.

Gosto, também, das vozes masculinas e, apesar de adorar Sinatra, o meu preferido nesta seara é Tony Bennett.

angelo disse...

Andréa, também sou fã das sutilezas de Miss Lee. Como você fala, dos figurões que beberam de sua fonte, está outra loura, Dianna Krall. Eu tenho esse disco 'is that all there is', o da capa com o desenho dela à lápis, certo?
Maravilha, moça!!!

Andréa disse...

pra quem quiser black coffee, copie e cole:

http://singinandswingin.blogspot.com/2007/11/peggy-lee-black-coffee-1956.html

Vanessa Dantas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa Dantas disse...

Nina Simone é sensacional! Também adoro a Etta James!

E Tony Bennett, muito bem lembrado pelo Arnaldo no que se refre as vozes masculinas, evoca minhas melhores lembranças...