quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

PINHOLE

Semana de trabalho intenso na oficina de pinhole do Ateliê da Imagem. Fotografamos sem lentes ou qualquer aparato parecido com máquina fotográfica. Caixas de fósforos fiat lux e filme colorido ASA 100 transformaram-se nas minhas mãos na ultra revolucionária câmera Pin-Okia! Depois publico aqui as imagens feitas a partir da Pin-Okia. As fotos que seguem foram feitas em uma lata azul de panetone. Uma lata gigante que abriga perfeitamente uma folha de papel fotográfico no tamanho18x24. O processo de trabalho na oficina ministrada por Leandro Pimentel é todo artesanal, possibilita a reciclagem de vários materiais e é altamente inspirador. Mas não vão pensando que se trata de brincadeira de criança! A técnica do pinhole é desenvolvida por cada um, é certo, mas exige imensas experimentações e uma pesquisa séria. E é uma delícia, uma viagem ao que para mim é a essência da fotografia, a experimentação com a luz e o exercício de criação de uma linguagem visual.

'praia vermelha' - negativo em papel agfa vencido, dia de chuva,
12 minutos de exposição


'praia vermelha' - cópia positiva.

'movimento dos barcos'
- negativo em papel agfa vencido,
dia de sol,
3 minutos de exposição.

'movimento dos barcos', cópia positiva.

10 comentários:

Cri K disse...

lindas as fotos dea, e esse nome Pin-Okia? meu próximo teste será com polaroid, pena que a senhora esteja tão longe viu. coloca logo suas pin-okias aí pra gente ver.
beijinhos

Petrus disse...

Legal, isso me lembra meus antigos trabalhos de colégio, época de experimentação e encantamento!
Essas fotos parecem aquelas do Rio antigo da família Ferrez! O que você acha?
Bjs.
:)))

Guzz disse...

muito legal as fotos !
nos revelam uma atmosfera sombria

Abs,

Vanessa Dantas disse...

Sensacional! Belíssimas fotos! Deu vontade de "brincar" também! Bj.

Andréa disse...

ai, cris, nem me fala... seria muito bom trocar figurinhas de perto.... mas vamos tentando por aqui, né?


pedro, a foto da praia vermelha foi uma tentativa de captar uma atmosfera do XIX mesmo. a praia vermelha é otima pra isso...

Guzz!!!!!!!! a foto dos barcos ficou total fantasmagórica, a exposição longa registrou assim o movimento do mar........

poxa, vanessa, é tão fácil e fascinante!! recomendo!

beijos em vocês

Nico Nicodemus disse...

Pin-Okia!!! O melhor nome!!! Trabalhei pouco com pin-hole. Também me deu vontade de fazer uns experimentos. Porém dei todo o meu papel fotográfico, que estava vencendo e eu, sem laborátório, vencido...
Estou curioso para ver os Pinokeótipos...

andrea disse...

salve, salve, nico!!!
eu também estou curiosíssima, mas o laboratório indicado pra revelar o filme e scanaer o negatico sem fazer os famigerados quadradinhos é meio contra-mão pra mim.... só na próxima semana!!!!
po, eu tneho quilos de papel vencido, e um laboratório desmontando, também! mas o legal do pinhole é que tudo isso, no limite, é dispensável!!!!!
bj

Anônimo disse...

Muito bom, andréa. E o filme, não vai mostrar?

Arlete disse...

Olá Andréa ..

Amei a foto barcos em movimento – copia positiva .. e pensar q foi feito na caixinha,engraçado,
onde a fotografia começouuuuuuuuuuu,fiquei
boqueaberta qdo descobri...nem imaginava ser possível ..assim como nas latinhas......... ahahahah.... visitando seu blog .. caderno digital ..me deu mesmo foi vontade de ir ao rio t ver .. qta vida menina ,q bom... pode esperar ..assim q der aceito seu convite d outrora e vou ,... gosto do desabafo “tristeza e solidão” ... ahaaha qtas vzes sentimos tal qual arianas q somos .... eita, t vi ariana ..bjão

arlete disse...

Andrea
..sorry ,foi na postagem "bruta flor do querer " .. e não em "tristeza e solidão" q t vi assim tão ariana...bjim