quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

A FILA

Na fila do banco todos esperam,
a mulher que esqueceu de pegar a senha,
o casal de mãos dadas,
o boy com fones de ouvido e capacete na mão,
a senhora elegante,
a menina que faz tranças na mãe.
Eu espero sentada.
A gerente também espera o fim do expediente,
a porta giratória alguém para barrar,
a caixa de acrílico chaves, celulares e moedas.
Eu, que a fila ande.

2 comentários:

Belle de jour disse...

Acho q as filas são mesmo interessantíssimas, quem não fica reparando em volta enquanto aguarda horas...? Li hj mesmo um post de uma amiga q tb falava de filas! rsrsrs

eLi disse...

Na fila todos esperam.
Uns mais que os outros.
Há ainda aqueles que dizem histórias,
Suas, delas e de outras
Filas.

E são nessas filas que se vê,
A facilidade que as pessoas têm
De falar de si, de sua vida,
De seus desejos e frustrações.
Antes mesmo de uma apresentação,
Um "Olá, me chamo fulana".

Enquanto a fila anda ou mesmo quanpo não o faz,
A vida se revela,
Se conta e é passada
Tudo vai depender.
Depender do ouvinte.

Estou adorando passear por essas folhas de sua revista!

beijo,