segunda-feira, 3 de novembro de 2008

O POETA E A POESIA


"não fosse isso
e era menos
não fosse tanto
e era quase"
De vez em quando,
só o Leminski me salva!!

4 comentários:

êta lêlê disse...

nossa que coisa difícil que é criar um comentário!! rrss

"Claro que eu podia pensar, bebi e fumei demais a noite passada, e acabei escrevendo bobagem. Uma daquelas noites em que o fio da lógica escapa, você se entrega às delícias do arbítrio, escreve o que bem entende, vai dormir orgulhoso, acorda e lê, e morre de vergonha que a luz do dia veja uma frase como aquela." trecho do Isso não é meu PauloLeminski

essas são as desventuras dos blogueiros né. faça uma visitinha qq dia.
beijos
cris
www.tomatinhofresco.blogspot.com.br

Andréa Lion disse...

cara, vc quis dizer com isso que só tem merda aqui, né? haha!! mas é verdade! não tem muito escape. Contudo, temos a tecla delete no computador, na vida, não! Errar aqui para acertar por aí!
ah! tomatinho fresco é uma delícia!!!
bj

andrea . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andrea . disse...

gostei.
nem sempre somos fluentes pra usar as palavras, e ainda mais
aquelas que vão ficar gravadas pra todo mundo ler. talvez a vaidade e a insegurança emocional do homem
fazem com que todas as suas impressões busquem ser melhor do que as imagens anteriores. haha! ou não.