domingo, 14 de dezembro de 2008

SULENTA EM FLOR II


Hoje de manhã, ao abrir as cortinas da janela me surpreendi com a quantidade de flocos brancos em cima de um dos vasinhos. Achei meio estranho pois tinha recolhido as plantinhas para dentro por conta da chuva e da umidade (suculentas são bravas e fortes mas água demais podem matá-las rapidinho...) Olhei com atenção e percebi que mais uma das minhas suculentas tinha florido.
Flores que ficam soltas, leves, leves de tão miúdas e delicadas. São como aquelas plumas de dente-de-leão que a gente sopra ao vento. Os flocos estavam dentro de um talo que cresceu e se abriu. Minhas suculentas são apenas alguns vasinhos na floreira do apartamento, mas fazem uma enorme diferença na minha vida.

3 comentários:

Lucia disse...

eu sinto a mesma coisa em relação aos meus cactus. Com relação ao seu comentário no meu blog, na poesia eu estava falando de mim mesma.

caderno digital disse...

oi, lúcia, obrigada por voltar aqui!!
eu tambem tinha muitos cactus..
mas decidi há alguns anos tirar tudo que tinha espinhos da minha vida, e os cactus se foram... (apesar que, de vez em quando, a gente se espeta por aí, inevitavelmente!)
as suculentas são bravas como os cactus e fáceis de cuidar como eles. as flores são belíssimas, sempre! eu adoro!
vou voltar lá te ler novamente, bjs

TIAGO HENRIQUE DUARTE DOS SANTOS disse...

COM CERTEZA ANDRÉA, SÃO AS PEQUENAS COISAS, QUE MAIS NOS CHAMAM A ATENÇÃO, E SEM DÚVIDA O QUE A VIDA PROPORCIONA É ÚNICO, QUE BOM QUE FAZEM A DIFERENÇA NA SUA VIDA, BJS ÓTIMA SEMANA!!!